O nutricionista irá avaliar a alimentação e trazer diversas soluções mais equilibradas, sensatas e saudáveis.

A função do nutricionista é identificar os desequilíbrios alimentares e corrigir através da elaboração de regimes alimentares adequados.

Através de instrumentos pedagógicos e da avaliação é possível transmitir a importância de uma alimentação mais cuidada, estimulando a motivação, um fator determinante para alcançar os objetivos.

As últimas descobertas na área nutricional apontam para o valor do trabalho de um nutricionista no sentido preventivo. Os alimentos funcionais são descobertas recentes, e muitas das substâncias contidas nos alimentos previnem doenças e estão sendo incorporados cada vez mais em nosso dia-a-dia.

Este é o enfoque mais importante, para quem se dedica a orientação da conduta alimentar, ou seja, a saúde e o bem-estar através da alimentação, com o objetivo de prevenção e muitas vezes de cura.

Nesse sentido, a maior preocupação de uma pessoa que deseja ou precisa passar por um regime deve ser a de não se confiar em promessas milagrosas. Existem muitos regimes e dietas com promessas absurdas, sendo estas perigosas para o bem-estar do indivíduo, pois as grandes restrições alimentares podem causar inúmeras deficiências nutricionais.

E há uma leve diferença entre regime e dieta. Um regime é uma dieta mais acentuada e tem regras a serem seguidas. Em geral, o regime se destina primeiramente à perda ou ao ganho de peso. Na dieta existem restrições e cuidados nutricionais para determinada situação, que pode ser, por exemplo, um estado de convalescença pós-operatório.

Quando uma pessoa se preocupa com seu peso e procura ajuda, o lado positivo é aquele que diz respeito à saúde, pois o excesso de peso, a obesidade, por exemplo, leva a muitos problemas associados tais como diabetes, colesterol alto, hipertensão.

O lado negativo é o grande abuso do conceito de beleza ditado pela atual imposição da moda do corpo esbelto, causando distúrbios alimentares graves como a anorexia, a bulimia e inúmeras deficiências como o resultado de uma preocupação excessiva em manter um corpo magro.